sábado, 28 de novembro de 2009

Bola parada: raio-X do futebol do Pq Marabá

"As páginas vão dizer!"
(frase de Valdir Henrique da Silva,
finado técnico Baú do Clube Atlético Vumo)

Na noite da última 4ª-feira 25 de novembro, não houve futebol porque a chuva alagou o “Marabá Novo”, como chamamos o campo iluminado do bairro Parque Marabá, em Taboão da Serra.
Mas nem por isso a bola esteve ausente. Em meio a um volume oceânico de cerveja, a conversa desaguou inevitavelmente na atual situação do futebol varzeano do bairro.
Senti que daqueles homens em volta daquela mesa estava brotando uma bela página da história da nossa várzea. Meu peito teve um solavanco de emoção ao lembrar do finado técnico Baú: toda vez que me via fazendo reportagem de seus jogos, me saudava com o bordão "as páginas vão dizer!".
Resolvi registrar o momento e compartilhar com a distinta freguesia deste nosso blog-boteco.

Os enquadramentos e os cortes estão na devida cadência de um papo sincero e claro regado a quantidades industriais de destilados e fermentados.
As imagens estão escuras, mas a troca de idéias está brilhante.
Foto: David da Silva
No vídeo abaixo, Luizão, presidente do time VUMO (Vilas Unidas Marabá-Oliveiras) relembra o passado de glórias do futebol do Pq Marabá, e aponta os novos rumos.




Lampião, ex-presidente do Masters Marabá, fala da desunião entre os desportistas do Pq Marabá.



Abel, morador do Pq Marabá desde 1987, conta o prejuízo que a política causou ao futebol do bairro.

Nando, destacado ex-jogador do Vumo, diz o que pensa sobre o futuro do futebol no Marabá (Parte 1)
Nando (Parte 2)

Corróy revela o que espera do esporte no bairro

Alemão, goleiro do Vumo desde a adolescência

Luizão estimula novas lideranças e faz um comovido balanço de sua trajetória no comando do Vumo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Bela mesa, só profissionais do copo.
Parabéns pela matéria.
Mais pelo que acompanho de longe e nessas entrevistas pude ter certeza, ficou claro é que A VAIDADE PESSOAL ESTÁ ACIMA DE TUDO.
União? só se montarem mais um no Marabá com esse nome!!!
Abraços
Márcio