terça-feira, 30 de outubro de 2012

Prefeitura salda débito. Radiologia suspende greve

Pronto-Socorro Municipal foi reformado há um ano
ao custo de R$ 700 mil. O teto de gesso da sala de 
recepção já está despencando - Foto: Rose Santana
Terceirização dos serviços de Saúde já custou R$ 38 milhões em 2012

Os operadores de aparelhos de raio-X a serviço da Prefeitura de Taboão da Serra cancelaram o movimento paredista previsto para a manhã desta 3ª-feira, 30 de outubro. Eles reclamavam o atraso nos salários não pagos desde agosto. O pagamento foi regularizado.
Cerca de 10 radiologistas trabalham no Pronto-Socorro Akira Tada, no bairro Parque Assunção, e no Pronto-Socorro e Maternidade Municipal, chamado “PS da Antena”, no Jardim Record.
O Instituto Actual Terra Azul (Iacta Saúde) administra os pronto-socorros por R$ 34 milhões ao ano, e terceiriza a radiologia para a empresa DRX. Segundo a Iacta Saúde, a prefeitura atrasou os pagamentos, e com isto a instituição não pôde fazer o repasse para a terceirizada pagar seus funcionários em dia.
De janeiro a agosto de 2012 a Iacta Saúde recebeu da administração municipal quase R$ 23 milhões (R$ 22.677.970,28).
Na Secretaria Municipal de Saúde ainda estão empenhados R$ 5.969.000,00 para gestão dos serviços de Saúde.
Os pagamentos de setembro ainda não estão visíveis no site do TCE (Tribunal de Contas do Estado).

UBSs sem médicos

Médicos contratados pelo sistema de cooperativa para servir em unidades básicas de Saúde (UBSs) foram dispensados do serviço há uma semana. Eles foram informados pela contratante que a prefeitura não vai mais pagar o valor do contrato.
A versão do secretário Milton Parron Júnior (Saúde) é que os médicos cooperativados estão sendo gradativamente substituídos por médicos aprovados em concurso público. O secretário está mentindo, segundo os médicos demitidos.
Os donos da cooperativa Fonseca e Médicos Associados Ltda. que contrata médicos para as UBSs, também têm vínculos com a Iacta Saúde.
A Fonseca e Médicos recebeu entre janeiro e agosto deste ano R$ 9,5 milhões ( R$ 9.597.335,84).
No portal do TCE não há até o momento acesso a valores pagos em setembro.

2 comentários:

Anônimo disse...

Se trouxessem o Hospital Albert Einstein ou a Unifesp para gerenciar esse PS Antena gastariam menos e a qualidade do atendimento será mil vezes melhor, como torram e surrupiam grana pública nesta cidade.

Anônimo disse...

Essa conversinha do secretário de saúde sobre substituição dos médicos é pura mentira, pois, olhando o diário oficial da cidade é possível perceber que nem meia dúzia de médicos apareceram para prestar concurso aqui em nossa cidade. Pra que mentir? O povo não é mais manipulável como há 20 anos atrás.