segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Visão do paraíso: Helsinki revisitada

Nas duas semanas que passei na Finlândia em julho de 2009, todas as vezes que eu ia desde o bairro Puotila para o centro de Helsinki, na margem direita da linha do metrô, no trecho entre as estações Herttoniemi e Kulossaari, avistava um conjunto de pequeninas casinhas em meio a uma área intensamente ajardinada (foto à direita – clique para ampliar).
Pedi à professora Tiinamari que me levasse ver de perto aquela maravilha de residências minúsculas rodeadas de jardins e hortas como se fosse visão de um conto de fadas.
Herttoniemen siirtolapuutarha é o nome daquele loteamento-jardim. Fica a cerca de sete quilômetros a leste do centro de Helsinki. O loteamento tem 182 propriedades.
O termo siirtolapuutarha é uma junção de duas palavras que exprimem a saudade que as pessoas têm da vida no campo – algo como jardim dos migrantes.
Na cidade de Helsinki há nove loteamentos-jardim. Existem outros 24 siirtolapuutarha espalhados pela Finlândia.
Estas comunidades tiveram origem na Alemanha, por volta de 1820. Na Finlândia iniciativas deste tipo começaram em 1902. O siirtolapuutarha que visitei em Hertoniemi foi fundado em 1934. Lá é cultivada uma variedade enorme de plantas, flores e algumas hortaliças. As residências são verdadeiras casinhas de bonecas. Tudo diminutivo, pois a legislação obriga as edificações a um tamanho restrito.
Mas as famílias vivem ali apenas na temporada do verão. No inverno voltam para suas casas. Quando estive lá o termômetro me brindava com 21º. No dia 3 de janeiro de 2010 me correspondi com uma pessoa de Helsinki: fazia 24 graus abaixo de zero.
Vamos esperar esquentar mais um bocadinho pra gente voltar a fazer um passeio como o das fotos abaixo, nénão?

Uma rua de Herttoniemen
Loteamentos-jardim abrigam famílias no verão
Flores, folhagens e hortaliças abraçam as pequeninas moradias

Nenhum comentário: